terça-feira, 1 de março de 2016

CANDIDATURA DE ARTUR ORSI PELO PSD A PREFEITO DE CAMPINAS SERÁ MAIS UMA “PEDRA NO SAPATO” DE JONAS DONIZETTE NA SUA CAMPANHA PELA REELEIÇÃO.


Gilberto Kassab, Adriana Flosi, Artur Orsi e Guilherme Campos. Um 
importante segmento do PIB de Campinas avisa Jonas e seus aliados
que na eleição para prefeito de Campinas deste ano apresentará aos
eleitores uma proposta alternativa.


A saída do vereador Artur Orsi do PSDB para se filiar ao PSD para ser candidato a prefeito de Campinas deverá ser mais um obstáculo na articulação política, comandada pelo PSB e seus aliados, que vão tentar a reeleição do atual prefeito Jonas Donizette. Por mais que mídia tradicional de Campinas que apóia a gestão do atual prefeito, tenha tentado demonstrar que não teria dado importância a este fato, a consolidação de uma candidatura de oposição a prefeito com condições de ter respaldo na opinião pública com origem no mesmo campo ideológico que elegeu Jonas em 2012, certamente que influenciará a tendência do eleitorado no debate político durante a campanha eleitoral.

Artur Orsi foi o vereador mais votado na eleição para a Câmara Municipal de Campinas em 2012 com 13.401 votos, na eleição anterior quando concorreu para Assembléia Legislativa em 2010 já tinha tido 21.444 votos. Hoje, ele é uma liderança em ascensão e isso ao invés de ser bem recebido no PSDB, na realidade passou a representar uma possibilidade de perigo de perda de influencia para os caciques históricos e tradicionais tucanos de Campinas e Região, o Deputado Federal Carlos Sampaio e a Deputada Estadual Célia Leão.

O PSDB é um dos partidos onde as oligarquias mais atrasadas melhor se adaptaram nos últimos anos no Brasil, reproduzindo em suas direções, quer seja no planos federal, estadual ou municipal, uma estrutura de poder com praticamente nenhum espaço para o debate interno, quem ousa a desafiar esta regra logo é colocado no ostracismo e fica praticamente sem espaço para atuar.

Foi exatamente isto que aconteceu com Artur Orsi aqui em Campinas logo depois que o PSDB voltou ao poder aliado a Jonas Donizette em 2012, principalmente porque mesmo que se discorde em parte da sua linha ideológica, um fato não pode ser negado, Artur Orsi é um político que tem um discurso autentico com uma proposta de não compactuar de nenhuma maneira com qualquer tipo desmando na administração pública. Logo que surgiram as primeiras denuncias contra a gestão de Jonas em Campinas, Artur Orsi foi um dos primeiros a se posicionar no sentido de exigir esclarecimento dos fatos e isso o distanciou mais ainda do PSDB e de Jonas. Sua atuação independente na Câmara Municipal o levou inexoravelmente para o campo da oposição.

Com um posicionamento político definido e filiado ao PSD, um partido que no plano nacional faz parte da base de sustentação do Governo Dilma, onde tem o importante Ministério das Cidades com o ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, como ministro, Artur Orsi tem tudo para articular um discurso de oposição que certamente irá aglutinar uma significativa parcela de eleitores que votaram em Jonas na ultima eleição e que, hoje, ainda não foram convencidos a reelegerem o atual prefeito exatamente porque seu governo ainda esta muito aquém das expectativas que criou quando chegou ao poder.


Mesmo que Artur Orsi ainda tenha que lutar para conquistar a condição de liderança popular com amplitude em toda Campinas, sua participação na campanha eleitoral certamente que enriquecerá e muito o debate porque ele será um contraponto crítico dissidente que rompeu com campo governista em Campinas e isso significa que ficará mais difícil o discurso de Jonas e aliados na defesa do atual governo.


Flávio Luiz Sartori
Aqui como cidadão de brasileiro de Campinas