domingo, 20 de setembro de 2015

QUANDO DESTACA O GOLPISMO INSANO DE GILMAR MENDES, O JUIZ DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL QUE DEU HABEAS CORPUS AO MÉDICO MONSTRO ESTUPRADOR ROGER ABDELMASSIH, O CORREIO POPULAR DESRESPEITA TODAS MULHERES DE CAMPINAS.


O desequilíbrio demonstrado por Gilmar Mendes em diversas situações demonstra
de maneira bem clara que ele jamais deveria ter sido indicado Ministro do
Supremo Tribunal Federal. O habeas corpus ao médico estuprador apenas 
confirma isso.

Gilmar Mendes é um juiz do Supremo Tribunal Federal, o mínimo que se espera de uma pessoa que chegue a este cargo é equilíbrio, que guarde suas paixões mais profundas e sinistras até, pelo menos, não estar mais no cargo de juiz do Supremo.

Não é isto que acontece, Gilmar veste a camisa da oposição e o que é pior da oposição golpista, aqueles que não se conformam com o resultado das urnas que reelegeu Dilma Roussef Presidente da República e pregam o golpe incessantemente. Mas Gilmar Mendes não está sozinho, tem guarida na mídia conservadora controlada pelas elites mais atrasadas que existem no Brasil, a Globo, a Folha Uol, Estadão, Veja e, é claro o Correio Popular de Campinas.

Gilmar Mendes esteve em Campinas neste final de semana para participar do 4° Fórum de Agronegócios promovido pelo LIDE, uma empresa de João Dória, empresário do PSDB. Gilmar aproveitou a oportunidade para atacar o PT e o jornal Correio Popular usou seu discurso político para colocar em manchete que Gilmar teria destroçado o PT.

O Correio Popular na ânsia de levar adiante sua militância descarada em favor do PSDB, dos setores tucanos que pregam o golpe abertamente contra um governo legitimamente eleito, perdeu a compostura a muito tempo. Mesmo assim, deveria ter vergonha de dar espaço para um juiz decadente e desmoralizado como Gilmar Mendes pelo simples fato, dentre tantos questionamentos às atitudes de Gilmar, de que ele concedeu um habeas corpus em 2009 a ninguém menos que Roger Abdelmassih, o médico monstro condenado a quase 300 anos de cadeia por mais de 50 estupros.

Como agravante para o destaque à presença deste juiz em Campinas, que envergonha a justiça no Brasil, cito depoimento que li hoje no Conversa Afiada do Paulo Henrique Amorim de uma mulher atendida em Campinas pelo “monstro”, Teresa, abusada aos 18 anos.

“Eu tive uma crise de cólica renal, e meus pais me levaram para Campinas, no INPS da época. Eu fui atendida por ele [Roger], que me encaminhou para o hospital e fez a internação. Já no consultório, ele foi me ajudar a deitar, e eu senti que ele estava excitadíssimo. Fiquei assustada, mas achei que fosse algum aparelho de médico. Fui internada e só ele entrava no quarto. Ele não deixava ninguém mais ser internada junto comigo. Só deixou uma mulher cega e disse que ele era esperto. Ele erguia minha roupa, me manipulava. Eu estava de sonda, com soro nos dois braços. Ele sugava meu seio, lambia as partes, queria que eu fizesse sexo oral, esfregava o membro no meu rosto.”

Ao dar destaque a Gilmar, o Correio Popular mancha sua história de maneira vergonhosa e o que é pior, desrespeita as mulheres de Campinas, que são na realidade, um de seus mais importantes seguimentos de leitores.

Um comentário:


  1. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir