domingo, 19 de julho de 2015

NÃO SE ENGANEM O GOLPE ESTA SENDO COMANDADO DIRETAMENTE DO JARDIM BOTÂNICO PELA REDE GLOBO DOS IRMÃOS MARINHO COM CUNHA E RENAN À SERVIÇO DELES.

As articulações para o golpe para derrubar o governo constitucionalmente
eleito da Presidenta Dilma Roussef são tramadas pelos irmão Marinho
diretamente da sede da Rede Globo no Jardim Botânico, Rio de Janeiro.


Uma das piores coisas que fazemos na vida é se negar a enxergar a realidade quando ela esta muito mais do que clara bem na nossa frente.

Em nenhum momento a Globo deu sinais de que irá esmorecer em seu intuito de apoiar o golpe contra Dilma Roussef. A todo o momento, nos meios de comunicação “Globais” via TV Globo, Globo News, Jornal o Globo, G1 ou na Revista Época, a que disputa o título de campeã do “Troféu Detrito Sólido da Maré Baixa” com a Veja, os ataques contra o PT, o PC do B e outras forças políticas de esquerda e progressistas que apoiam o Governo Dilma não cessa.

Os irmãos Marinho sabem muito bem que a chance de levar adiante um processo de afastamento da Presidenta Dilma Roussef pela Câmara dos Deputados esta ficando cada vez mais difícil e que a única possibilidade de continuarem tumultuando o Brasil, com o fantasma da derrubada de Dilma será pelas mãos de Eduardo Cunha e Renan Calheiros.

Eduardo Cunha chegou ao máximo do ponto de intolerância diante da opinião pública na medida em que já está desmascarado. A cada momento que permanecer à frente da presidência da Câmara dos Deputados estará enlameando não só a classe política, como também a instituição Congresso Nacional como um todo.

Renan Calheiros finge de bonzinho, mas também está em apuros na Lava Jato e já não tem muita possibilidade de manobra para se safar.

Ambos, desde de o primeiro momento quando chegaram à presidência Câmara dos Deputados e do Senado, se mostraram frágeis diante das Organizações Globo e em todos os momentos o que mais fizeram foi fazer tudo no sentido de criar fatos que remetem ao aprofundamento da crise para serem explorados pela mídia elitista contraria ao Governo. Também pudera, basta uma reportagem no Jornal Nacional ou no Fantástico, ainda assistidos por uma minoria desinformada, denunciando suas falcatruas, para que eles não durem sequer um minuto no poder.

A articulação que elegeu Cunha Presidente da Câmara por si só já é uma demonstração de como o poder econômico que defende o golpismo se movimentou para garantir uma maioria de parlamentares fisiológicos e permeáveis à pressão favorável ao golpe. Renan não, foi eleito com apoio das forças progressistas com o PT e o PC do B à frente, mas sua condição política de investigado em várias instancias o impede de enfrentar os irmãos Marinho.

A denuncia do delator Júlio Camargo no processo da Lava jato contra Eduardo Cunha na semana passada apenas precipitou os fatos e colocou o Presidente da Câmara e também Renan ainda mais contra a parede.


Ambos, na condição de enfraquecidos, estão totalmente a mercê dos desejos do Jardim Botânico e é neste cenário de pressão e chantagens é que os irmãos Marinho jogarão, talvez a sua ultima cartada na esperança de continuarem a se considerarem como os  “intocáveis reis do Brasil”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário