quarta-feira, 15 de julho de 2015

DEPOIS DA AÇÃO DE ONTEM DA POLÍCIA FEDERAL NO DESDOBRAMENTO DA OPERAÇÃO LAVA JATO, GLOBO, FOLHA, ESTADÃO E OUTROS DO PIG EMITEM SINAIS QUE ESTÃO PREOCUPADOS COM A POSSIBILIDADE DE QUEDA DE SEUS "PAUS MANDADOS" NO CONGRESSO NACIONAL.


Jaboti não sobe em árvore, quando sobe é que alguém
colocou ele lá. Entenderam ou precisa desenhar?


Depois da ação de ontem da Polícia Federal no novo desdobramento da operação Lava Jato, que teve como conseqüência ações da Policia Federal  autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal contra políticos, no caso ex-ministros, senadores, deputados e até mesmo o ex-presidente Fernando Collor, numa demonstração do que estaria por vir, principalmente contra Eduardo Cunha e Renan Calheiros, nesta quarta feira, 15 de junho de 2015, o comportamento do Partido da Imprensa Golpista, principalmente a Globo dos irmãos Marinho (os mais açodados), a Folha (UOL) e o Estadão, esta sendo o de dar destaque as ameaças do Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, de que pretenderia infernizar a vida do Governo Dilma na Câmara dos Deputados, criando um clima de ingovernabilidade e crise política. Cunha teria inclusive já avisado o Vice Presidente Michel Temer sobre suas intenções.

Até este momento Renan Calheiros não caminhou no mesmo sentido de Cunha.

Enquanto a Globo, através do G1, meio que perdida tenta ressaltar a indignação de Collor com os fatos de ontem, o Estadão e a Folha (UOL)  tentam botar mais lenha na fogueira abusando no esforço de lançar o Congresso Nacional contra a ação da Policia Federal e do procurador Rodrigo Janot comandados por uma ordem do Supremo.

A Folha (UOL) insinua que a situação do Governo Dilma seria duríssima e que o PSB, PTB e PP estariam nervosos por terem sido atingidos pelas buscas, com o PMDB, que estaria cotado para ser o principal alvo das próximas ações, em estado cada vez mais nervoso e prometendo dar o troco.

O Estadão não ficou atrás, sua manchete de hoje diz tudo, a Polícia federal fez buscas na casa de Collor e dois senadores e que o Congresso reagirá. Eliane Cantanhede, a rainha dos coxinhas, não perdeu a oportunidade de insinuar que Collor teria se infiltrado na Petrobrás na era Lula.

Tudo isso demonstra de maneira bem clara que a elite golpista instalada nos partidos de direita, principalmente PSDB e DEM, aliada à Globo dos irmãos Marinho, Folha (UOL), Estadão e outros sentiu o golpe diante da possibilidade de seus aliados no Congresso Nacional perderem o poder de chantagem que tem mantido o Governo Dilma e seus partidos apoiadores na defensiva, como tem acontecido até agora.

Seguindo este raciocínio, a reunião do Eduardo Cunha com Paulinho da Força e Gilmar Mendes, ocorrida na semana passada e denunciada como golpista junto ao Ministério Público Fedral por Pedro Benedito Maciel aqui de Campinas e repercutida no Conversa Afiada, http://www.conversaafiada.com.br/politica/2015/07/14/advogado-representa-contra-reuniao-do-impitim/,  esta mais do que explicada.



Nenhum comentário:

Postar um comentário