sábado, 10 de agosto de 2013

ATAQUE DA REVISTA ÉPOCA E DA FAMÍLIA MARINHO AO PMDB TEM O OBJETIVO DE INTIMIDAR O PARTIDO PARA QUE ELE NÃO APOIE A INSTALAÇÃO DE UMA COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO QUE INVESTIGUE A SONEGAÇÃO FISCAL DA REDE GLOBO.

Na democracia sonhada por Ulisses Guimarães, a mídia jamais
deveria estar nas mãos de meia dúzia de famílias comprometidas 
como interesse das oligarquias do atraso, aliás, como hoje são
as "Globos da vida."

Ontem, sexta feira (09/08), o Deputado Federal Protógenes Queiroz afirmou que vai apresentar uma cópia do processo que apura denúncias de sonegação fiscal contra a Rede Globo, que é ré em um processo que exige o pagamento de R$ 615 milhões em impostos, juros e multa por suspeita de sonegação fiscal na compra dos direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002.

Protógenes revelou que deve terminar de recolher as assinaturas necessárias para protocolar o pedido na Mesa Diretora da Câmara para que seja criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito, CPI, contra a Rede Globo e também contra a família Marinho, até a próxima segunda-feira (12/08).

Se Protógenes esta tão próximo ou até mesmo já teria conseguido as assinaturas para que uma CPI dessa envergadura possa começar a funcionar, a notícia não é boa para os irmãos Marinhos.

Para os irmãos Marinhos será necessário mais do que nunca tentar impedir de todas as formas que esta CPI vá para frente, ainda mais neste momento em que a opinião pública esta cada vez mais informada, principalmente pela Internet, sobre todas as principais questões que são debatidas no dia a dia do Brasil, dentre as quais uma das principais é esta denúncia contra a Rede Globo por sonegação fiscal, que inclusive já foi até objeto de manifestações populares. O andamento desta CPI deverá ter reflexos na mídia desnudando a obscura história de como a Rede Globo foi constituída e também os negócios escusos da chamada “Vênus Platinada”, o que inevitavelmente deverá se tornar muito mais públicos do que é hoje, provocando um questionamento com muito mais repercussão na opinião pública sobre a própria concessão do estado brasileiro para funcionamento da Rede Globo.

Nesse caso, o PMDB, que comanda a Câmara dos Deputados e também o Senado será peça fundamental no desfecho que poderá ter esta CPI contra a Rede Globo e a família Marinho.

Assim, se pensarmos bem, a primeiro partido político que deverá sofrer pressão, no sentido de uma tentativa da Rede Globo de impedir que esta CPI exista, obviamente que é o PMDB.

A matéria publicada hoje (10/08) pela Revista Época, também de propriedade da família Marinho, com falsas acusações contra o PMDB, de que o partido teria recebido recursos financeiros de construtoras em negócios envolvendo a Petrobrás é fantasiosa, conforme já deixou muito bem claro a nota da direção nacional do PMDB assinada pela presidência. http://redepmdb15.org.br/profiles/blogs/pmdb-esclarece-reportagem-da-epoca?xg_source=activity.

A família Marinho está cada vez mais acuada e vai tentar impedir uma CPI de qualquer forma e as acusações contra o PMDB fazem parte deste jogo, na realidade são uma tentativa de chantagem.

O PMDB foi fundamental na derrubada do Regime Militar, que aliás, todos sabemos tinha como um de seus principais aliados a Rede Globo. A tentativa de intimidação da família Marinho, que comanda a Rede Globo desde a origem da emissora é uma afronta ao PMDB, que atinge a militância do partido e também todos os brasileiros que lutam contra a utilização da mídia para fins de interesses partidários e ideológicos, aliás, como a Globo tem feito desde sua origem. 


Flávio Luiz Sartori
Em respeito a história de Ulisses Guimarães

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

VOCÊS CONHECEM CAUÊ MOURA? ELE É A PROVA PRONTA E ACABADA DE QUE QUALQUER BRASILEIRO OU CIDADÃO DO MUNDO, HOJE, NÃO PRECISA NEM SAIR DE CASA PARA SER ACESSADO NA INTERNET POR MAIS DE 100 MILHÕES DE PESSOAS.


Cauê Moura atualmente pode ser visto em quatro canais ativos no YouTube, Desce a Letra com mais de 1,5 milhões de inscritos e mais de 100 milhões de visualizações , Leet Gameplay, com mais de 300 mil inscritos e mais de 15,2 milhões de visualizações , Cozinha HardCore com mais de 130 mil inscritos e mais de 4 milhões de visualizações e o Olho do Tigre com mais de 70 mil inscritos e quase 200 mil visualizações.

Com vocês a história de como surgiu Cauê Moura por ele mesmo...




No final do vídeo vocês vão ver que apesar da imagem agressiva do personagem, no fundo ele é um lutador do dia a dia, aliás como todos nós.
Cauê, na realidade é um empreendedor de sucesso no mundo da chamada blogosfera, um exemplo de tenacidade.

Graças a pessoas como ele a internet esta criando um novo espaço na mídia. 


Pensando bem, para mim ele tem muito mais talento do que muitos que entram nas nossas casas todos dias pelas Globos, Bands, e Records da vida e que ganham milhões de reais para não representar nada em nossas vidas.....



Flávio

domingo, 4 de agosto de 2013

DIRETO DO SITE "DIÁRIO DO CENTRO DO MUNDO" O JORNALISTA PAULO NOGUEIRA MOSTRA COMO A MÍDIA CONTROLADA PELOS MARINHOS, FRIAS, CIVITAS E MESQUITAS MANIPULAVA A OPINIÃO PÚBLICA DOS BRASILEIROS ANTES DA INTERNET.


Direto do http://www.diariodocentrodomundo.com.br/

Os Governos dos Presidentes Getúlio Vargas, Juscelino
Kubitschek, João Goulart e Luis Inácio LULA da Silva
foram impiedosamente atacados pela mídia "nativa"
representante das oligarquias tradicionais.


LULA FOI SALVO PELA MÍDIA DIGITAL

Por Paulo Nogueira

Lula, com razão, deu ontem graças a Deus pelo aparecimento da internet, “nossa mídia”.
Não que a internet seja dele, ou do PT. Mas o fato de que a mídia digital não é controlada pelos suspeitos de sempre – Marinhos, Frias, Civitas, Mesquitas – é de fato alentador não apenas para Lula mas para a democracia.

No Brasil, os interesses privados da mídia desestabilizaram, ao longo da história, mais de um governo que não fizesse o que o chamado 1% queria que fizesse.
Jango, em 1964, foi derrubado. Antes dele, em 1954, Getúlio foi levado ao suicídio.
Não havia o contraponto que a internet oferece. A sociedade era manipulada sem a menor cerimônia.

Lacerda falava no “Mar de Lama” de Getúlio, e todos reproduziam. A maneira mais canalha e mais barata de atacar governos de esquerda é pelo lado da “corrupção”.
Os cidadãos mais influenciados pelo noticiário são levados a crer que o que existe na política é uma roubalheira, e que tirando o partido do poder o problema estará resolvido.

Quem mais fala em corrupção à luz do sol em geral é quem mais à pratica na sombra. Nos últimos anos, as empresas de mídia, por exemplo, levaram a sonegação de impostos ao estado da arte enquanto bradavam em manchetes sermões moralistas e mentirosos.

Mas o que você pode fazer quando todos os microfones estão com os outros?

Getúlio Vargas, num gesto inteligente e ao mesmo tempo desesperado, tentou criar uma alternativa à voz ultraconservadora dos barões da imprensa.

Ajudou o jornalista Samuel Wainer a lançar a Última Hora, jornal voltado para os interesses populares. Mas foi uma voz solitária contra a de uma matilha.

Carlos Lacerda, o Corvo, o desestabilizador mais estridente, começou a atacar Wainer por não ter nascido no Brasil, o que contrariaria a lei que rege a propriedade de mídia no Brasil.

(Ninguém, mais tarde, reclamaria do fato de a família Civita não ser originária do Brasil, excetuados os Mesquitas aristocráticos, porque ali estava mais uma voz da turma.)

Sob as condições em que foram caçados Getúlio e Jango, é presumível que Lula não tivesse resistido ao assédio.

Imagine o circo do mensalão sem o contrapeso da mídia digital. Provavelmente teríamos hoje um presidente chamado Joaquim Barbosa, a serviço do 1% e comprometido com a Globo e tudo que de maléfico ela representa.


Por isso Lula deve ser mesmo grato à internet. E não apenas ele, mas todos aqueles – petistas ou não – que anseiam por um país menor desigual e injusto do que aquele que a elite representada pelas famílias da mídia impuseram aos brasileiros.