quarta-feira, 31 de julho de 2013

TERCEIRA REPORTAGEM DA RECORD SOBRE O GLOBOGATE MOSTRA COMO O CRIME ROLA SOLTO NAS ALTAS ESFERAS NA RELAÇÃO DO PODER ECONÔMICO COM O PODER JUDICIÁRIO AQUI NO BRASIL. ATÉ ONDE PODE IR "FAMÍLIA ALCAPONE MARINHO"


Decididamente, fico pensando que perto da Globo, certas pessoas que são atacadas por ela todos os dias não passam de singelos "ladrões de galinha". 
Se a família Marinho, os três irmãos, que segundo o Paulo Henrique Amorim não tem nome, depois das manifestações, que aliás eles ajudaram a massificar, introduzindo a direita nelas, não forem justiçados no âmbito da legalidade, nada do que aconteceu nesse país nos últimos meses terá valido alguma coisa. Podem ter certeza disso.  


Direto do Jornal da Record:

O Jornal da Record teve acesso aos autos que condenaram a ex-funcionária de Receita Federal à prisão. No documento, ela é classificada como “criminosa contumaz”, que fraudava informações para beneficiar empresas endividadas. Ela sumiu com um processo que cobrava mais de R$ 600 milhões da Globopar, empresa controladora da Rede Globo. Exibida hoje, dia 31/07/2013.




REDE GLOBO NA BERLINDA: EM DUAS REPORTAGENS O JORNAL DA RECORD TRAZ AO GRANDE PÚBLICO QUE ACOMPANHA AS NOTÍCIAS PELA TV ABERTA O ESCANDALO DA SONEGAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA DA FAMÍLIA MARINHO, O "GLOBOGATE".


Desde o último dia 29, segunda feira, o Jornal da Record finalmente esta apresentando as prometidas reportagens sobre o escândalo da sonegação fiscal da Rede Globo, o chamado "Globogate". As reportagens com a participação do respeitado jornalista Luiz Carlos Azenha, que inclusive trabalhou na Rede Globo, mostram como aconteceu o furto de documentos relacionados ao caso e a iniciativa de parlamentares para que seja criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito no Congresso Nacional para investigar a sonegação da Globo.

Direto do Jornal da Record:

Ao término do recesso parlamentar, o deputado Protógenes Queiroz começará a recolher assinaturas para instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito contra a emissora. Assim como no Congresso, o assunto gerou manifestações pacíficas em várias cidades contra a Rede Globo. Exibida em 30/07/2013.



A mulher recebeu condenação de quatro anos e 11 meses por furtar milhares de páginas de um processo da Globopar, empresa controladora da TV Globo. No documento, a emissora é acusada de simular operações para fugir do pagamento de impostos na compra dos direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002. Em nota, a Globo disse que não foi beneficiada pelo furto. Exibida em 29/07/2013.



Aguardem, a Rede Globo vai contra atacar com tudo, vai partir pra cima do Governo Dilma e do Ex Presidente Lula. Vai atacar a Rede Record também.

Observe os telejornais da Globo e a Globo News e confiram.