sábado, 11 de junho de 2011

A HOMENAGEM QUE NÃO PODIA FALTAR NESTE BLOG: JOÃO GILBERTO 80 ANOS, DISPENSA COMENTÁRIOS, APENAS PARA OUVIR E SE EMOCIONAR

João Gilberto em no Festival de Águas Claras em 1983.
Não é necessário escrever mais apenas ouvir e curtir.






E foi de madrugada ao nascer do sol que ele cantou...
Feliz aniversario João Gilberto e espero estar aqui daqui dez anos comemorando seus 90 anos....

Valeu.....

Flávio

quinta-feira, 9 de junho de 2011

ENTENDO QUE UM BLOG TAMBÉM É UM LUGAR PARA OUSADIAS, ROMPIMENTOS COM O CONVENCIONAL, COMO ESTE GÊNESIS DO INÍCIO DAS ANOS SETENTA, AINDA COM PETER GABRIEL NO VOCAL E PHIL COLLINS NA BATERIA. DEPOIS UMA SEGUNDA VERSÃO COM PHIL COLLINS SAINDO DA BATERIA.

Primeira Versão: Peter Gabriel no vocal.





I Know What I Like (In Your Wardrobe)

Eu Sei o Que Gosto (n Armário Seu)


Hora e UMA, Hora e do Almoco
Quando o sol bate forte e eu me deito sem banco
POSSO semper Ouvi Falar-los


Sempre houve Ethel:
"Jacob, acorde! Voce TEM arrumar Que Seu quarto agora"


in E seguida o Sr. Lewis:
? JA Não É Hora de elementos se Virar Sozinho? "


Nenhum muro do Jardim, Dois passarinhos do amor?cuco pra VOCÊ!
Mantenha-os movendo lâminas


Eu Sei O Que eu Gosto, Gosto e eu não sei Que
This Melhor Guarda Roupa ficando sem Seu
Dando um show de Passo hum Seu Frente in


Noite de domingo, o Sr. Chamou Farmer, e Disse:
"Filho ESCUTE, VOCÊ estabele Seu perdendo tempo, pra Futuro HÁ UM VOCÊ não Ramo de saídas de emergencia Venha comeu uma Cidade.!?
Mas eu me Lembrei de UMA Voz do Passado
"Apostas tão se pagam quando se estabele ganhando" Tenho de agradecer uma velha Senhorita Mort
Por fracassado hum Educar
Mantenha-os movendo lâminas


Eu Sei O Que eu Gosto, Gosto e eu não sei Que
This Melhor Guarda Roupa ficando sem Seu
Dando um show de Passo hum Seu Frente in


Eu Sei O Que eu Gosto, Gosto e eu não sei Que
This Melhor Guarda Roupa ficando sem Seu
Dando um show de Passo hum Seu Frente in


Quando o sol bate forte e eu me deito sem banco
POSSO semper Ouvi Falar-los
Eu, eu sou apenas UMA MÁQUINA DE CORTAR grama
Voce Percebe Pelo Jeito Que eu ando


Segunda Versão: Phil Collins saindo da bateria




Curtam e até a próxima.

Flávio

domingo, 5 de junho de 2011

A DIALÉTICA DA CRISE: O QUE É UMA CRISE DE FATO? NAS ULTIMAS SEMANAS A MÍDIA TRADICIONAL, O PIG, ABUSOU DA PALAVRA PRA VALER. MAS SERÁ QUE ESTAMOS EM CRISE MESMO?

O que é realmente uma crise?

Nas últimas semanas a mídia tradicional do Brasil, desta vez inclusive com a participação de até mesmo de críticos as “crises fabricadas”, se fartou em criar um clima de crise no Governo da Presidenta Dilma Roussef por conta de denúncias contra o Ministro Antônio Palocci, que teria tido seu patrimônio aumentado em vinte vezes em um espaço muito curto de tempo.
 A denuncia foi o estopim para que notícias diárias fluíssem pela mídia praticamente que diariamente em uma verdadeira novela onde informações foram sendo adicionadas até o clímax na tentativa de explicar o aparentemente inexplicável por parte do ministro em dois dos principais veículos de comunicação do Brasil, a Rede Globo e o Jornal Folha de São Paulo. Mas tudo isso realmente deve ser chamado de crise propriamente dito?

Para que possamos ter uma convicção sobre o sentido do que seria uma crise nestes acontecimentos recorro ao trivial e vou tentar simplificar o sentido da palavra diretamente do Dicionário Aurélio onde ela significa:

Mudança brusca que se produz no estado de um doente e que se deve à luta entre o agente agressor infeccioso e as forças de defesa do organismo. / Período de manifestação aguda de uma afecção: crise de apendicite. / Manifestação violenta, repentina e breve de um sentimento, entusiasmo ou afeto; acesso: crise de gargalhadas; crise de arrependimento. / Fig. Momento perigoso ou difícil de uma evolução ou de um processo; período de desordem acompanhado de busca penosa de uma solução: a adolescência é uma crise necessária. / Fig. Conflito, tensão: crise familiar. / Fig. Ausência, carência, falta, penúria, deficiência: crise de mão-de-obra. / Decadência; queda; enfraquecimento: crise de moralidade. // Crise econômica, ruptura periódica do equilíbrio entre produção e consumo, que traz como conseqüências desemprego generalizado, falências, alterações dos preços e depreciação dos valores circulantes. // Crise ministerial, período intermediário entre a dissolução de um governo e a formação de outro em regimes parlamentares.

Então, pelo significado da palavra no Aurélio concluo que realmente deve existir uma crise, mas é interna, do Governo Dilma, não institucional, não esta abalando as estruturas das instituições brasileiras, apenas um dos ministros teria deixado de informar, ou melhor, tornar público, o fato de que atuou como profissional e teve lucros pelos trabalhos prestados, sendo que teria se utilizado de informações privilegiadas por estar muito próximo do poder.

A oposição faz seu papel com ajuda da mídia, denuncia e cobra, o Governo se defende e a vida continua. Agora, imaginar que o Governo poderá ser afetado em sua popularidade ou até mesmo em seu apoio ao nível de legislativo por causa de um “desvio de conduta” de um de seus ministros é exagero. O cargo de ministro é de confiança da Presidência da Republica, uma canetada e tudo estará resolvido, certo?

As pessoas que estão aprovando o trabalho de Presidenta Dilma, assim como aprovaram o ex-presidente Lula, decididamente não vão mudar de opinião tão rapidamente por causa do PIG ou até mesmo do fato de até mesmo o “Conversa Afiada” estar contra o Ministro Palocci.

O Brasil, apesar de um solavanco de inflação passageiro continua crescendo, as pessoas podem até ter diminuído um pouco o consumo, mas os empregos continuam aparecendo e a vida que a imensa maioria dos brasileiros levam hoje ainda é muito melhor do que a vida que levavam no até 2002 quando elegeram Lula Presidente.

Diante do exposto eu pergunto: Que crise é essa? A quem ela interessa? Seria mesmo uma crise?

 Resposta: Para o poeta decifrar a crise é muito mais simples do que podemos imaginar. Confiram.


E mais, apenas para encerrar, para uma compressão maior sobre o que realmente representa a chamada de "Crise Palocci" dêem uma lida no artigo do Marcos Coimbra direto do Viomundo:


http://www.viomundo.com.br/politica/marcos-coimbra-brasil-sem-miseria-e-o-caso-palocci.html


Flávio Luiz Sartori