terça-feira, 5 de abril de 2011

PORQUE A FOLHA DE SÃO PAULO ATACA O VICE-PRESIDENTE MICHEL TEMER?

Michel Temer, Dilma e Lula: uma parceria política que a mídia
que faz oposição ao atual governo não aceita de forma nenhuma.

As calúnias da Folha de São Paulo de hoje contra o Vice-Presidente Michel Temer são requentadas, tem o mesmo objetivo das outras tantas acusações levianas que o jornal já fez anteriormente, inclusive em relação ao próprio Ex-Presidente Lula. No contesto em que foram publicadas apenas servem para tentar criar um clima desfavorável perante a opinião pública em relação à figura do vice-presidente e do PMDB.

Mas porque isto justamente agora?

Simples, voltemos às sábias e humildes palavras do Ex-Presidente Lula quando da morte de ex Vice-Presidente José de Alencar na semana passada, Lula disse textualmente que sempre que disputou as eleições presidenciais que perdeu, em 1989, 1994 e 1998, sua votação oscilou entre 33%, 35% e até 37%, números que não foram o bastante para ele vencer e que ele precisou ter um companheiro de chapa que completasse o que faltava até conseguir os votos para ser eleito em 2002. A presença de José de Alencar na chapa de Lula foi fundamental para atrair os eleitores independentes sempre propensos a decidir seus votos tendo como referência o centro ideológico.

Não se governa um país como o Brasil sem apoio no Congresso Nacional, tem que ter maioria lá, José de Alencar ajudou Lula a se eleger presidente, mas as forças políticas que apoiaram Lula não garantiram uma maioria no legislativo para ele em 2002.
Como em outros governos anteriores, o PT e seus aliados tiveram e ainda tem até hoje, que buscar apoio de outros partidos, principalmente de centro, que não comungam com a mesma ideologia do PT e seus aliados.  A aliança com os partidos de centro que foi feita em nome da governabilidade foi um compromisso que fez muito bem para o Brasil de 2003 até agora assumido por pessoas sérias que simplesmente pensaram e ainda pensam na maioria de brasileiros que estão passando a ter um padrão de vida melhor.

O PMDB é fundamental para a governabilidade do Brasil, principalmente por sua atuação esta no campo institucional garantindo a maioria necessária. O PMDB se tornou o principal aliado do PT na coligação que elegeu a Presidenta Dilma Roussef em 2010 e isso foi muito natural porque a aliança já tinha sido construída pelo então Presidente Lula em seu governo. A presença de Michel Temer na Vice Presidência é muito justa e faz parte de um projeto político que tem outras forças políticas além do PT e do PMDB, cujo principal objetivo é garantir o crescimento do Brasil e sua transformação em potencia mundial, principalmente no quesito qualidade de vida dos brasileiros.

Com a morte de José de Alencar, a principal figura pública do centro ideológico e político da era Lula, nada mais natural que o Vice Presidente Michel Temer, tão importante quanto Alencar na articulação da maioria política que garantiu e ainda garante a governabilidade do Brasil passe a ocupar também o espaço de figura pública identificada com o centro ideológico político no Governo Dilma diante o vazio deixado pelo ex-vice presidente.
Michel Temer representa estabilidade política no atual Governo Dilma e isso não interessa as forças políticas e econômicas que governaram o Brasil até 2002.

Para órgãos de imprensa como a Folha de São Paulo, que nunca esconderam o lado político em que sempre ficaram e que continuam atuando como forças de oposição contra o governo atual sempre existe a necessidade de usar o pretenso poder que eles imaginam que tem na mídia nacional para atacar o Governo e seus aliados.

Os ataques com notícias requentadas ao Vice Presidente Michel Temer tem o objetivo de desestabilizar o PMDB dentro a aliança política que governa o Brasil, eles estão a serviço de uma estratégia política de forças de oposição que já demonstraram na eleição presidencial do ano passado que são capazes de tudo para atingirem seus objetivos.

O próprio Vice Presidente Michel Temer juntamente com a Presidenta Dilma Roussef foram atacados de forma impiedosa em uma verdadeira rede de boatos que tomou conta do Brasil, principalmente da internet, durante a campanha eleitoral do ano passado. Isso não foi o bastante para enganar a maioria do eleitorado brasileiro, que depois de esclarecido não deixou de dar sua resposta ao eleger  Dilma e Michel.

Felizmente, a maioria dos eleitores brasileiros, hoje já não se deixa mais levar por “denuncismos” de ocasião.  

Flávio Luiz Sartori - flavioluiz.sartori@gmail.com