sexta-feira, 23 de abril de 2010

CARLOS NASCIMENTO NO SBT FAZ DE TUDO PARA CIRO TUCANAR: CIRO SE ENROLA TODO E ACABA NÃO DIZENDO NADA DE RELEVANTE

A tarde fiquei sabendo pelas versões do PIG que Ciro estava bravo, que tinha dito que considerava Serra mais capaz que Dilma apesar dela ser muito melhor pessoa que Serra.

Fui conferir na entrevista de Ciro ao Carlos Nascimento no SBT e constatei: Ciro esta é enrolado e não consegue nem se explicar para sí próprio, apesar do Nascimento ter tentado tucanar o Ciro a todo tempo.

As palavras de Ciro me fizeram lembrar que quando a Marina Silva estava para sair do PT, eu disse para uma amiga minha que não acreditava que ela sairia, que eu, apesar de nunca ter falado com a Marina tinha tido um passado de militancia próxima a origem ideológica dela e que achava que no momento de sair do PT o lado ideológico dela iría falar mais alto. Errei, Marina saiu e ainda por cima se presta o papel de fazer o jogo dos tucanos as vêzes.

Ciro detona o Serra como ninguém neste Brasil afora, queria ser candidato, mas calma lá; um Presidente como o Lula não ter candidato a sua sucessão de seu próprio partido, isso é demais!
Lula legitimamente tem autoridade para apoiar Dilma Roussef por que conquistou esta autoridade na prática e Ciro, eu pensei que acabaria compreendendo este momento histórico no Brasil.
Para mim arrogância é não reconhecer o papel histórico de um Presidente como o Lula.

Sabem de uma coisa, a estratégia do Presidente Lula com o Ciro candidato a Governador de São Paulo era pefeita, Ciro poderia até perder mais ia dar um trabalho para a tucanagem paulista...
E ai eu digo tem alguma coisa muito errada nas atitudes do Ciro.

Simples, o comportamento de Ciro demonstra que êle realmente não quiz ser candidato a Governador de São Paulo e porque?
Porque ele tem um acordo histórico com uma parte do PSDB, a turma do Tasso Jereissati, lembram aquele que não se dá muito bem com o Serra, que prefere o Alkimin, que é candidato a Governador de São Paulo.

Ciro, o que se espera dos políticos hoje, inclusive lembrando suas próprias palavras é a transparência, você não pode viver toda vida acendendo duas velas, uma para o Presidente Lula e outra para a turma do Tasso. Político, aliás, como diz meu amigo Sebastião Arcanjo (Tiãozinho) aqui em Campinas, tem que ter lado, entendeu Ciro????

terça-feira, 20 de abril de 2010

DE TODOS BLOGUEIROS E INTERNALTAS DO BRASIL QUE SÃO CONTRA O PIG DIRETAMENTE PARA SERRA, A REDE GLOBO E TODO PIG...

Em nome de todos blogueiros e internaltas do Brasil que são contra o PIG mandamos este recado musical através da genialidade de Raul Seixas diretamente para a Rede Globo, todo o PIG e Serra:





Valeu turma, bom feriado....

Flávio Luiz Sartori

DIRETO DO BLOG DOLADODELÁ: ATOR DO GLOBO NÃO CONCORDOU COM SEU NOME ENVOLVIDO NA MANIPULAÇÃO PRÓ SERRA E EXIGIU A RETIRADO DO JINGLE PRÓ TUCANO

Leiam o texto direto do blog do Jornalista Marco Aurélio Mello e saibam o que aconteceu de fato nas últimas 72 horas desde de que a Globo exibiu pela primeira vez na noite de domingo no Programa Fantástico o jingle serrista de uma pretensa comemoração de 45 anos da emissora:


Os bastidores do quase-golpe

Da série ficção, a preferida dos internautas. Começou com um telefonema de um ator consagrado para o diretor do núcleo. Ele estava irado com a peça promocional que foi ao ar na noite de Domingo. Era um institucional de trinta segundos em que ele dizia apenas duas palavras. Mas a montagem induzia o telespectador a acreditar que se tratava, não de uma campanha de aniversário da maior emissora de televisão do país, mas um mosaico grosseiro cujo slogan “a gente faz sempre mais” é uma clara alusão ao do candidato José Serra. E para corroborar com a leviandade, ainda vinha o número quarenta e cinco assinado na peça, ao lado do logotipo.

Ao todo, foram quarenta celebridades entre as turmas das produções, humor, shows, esporte e jornalismo. Achei até curioso a manifestação ter partido de um ator e não de um de nós. Afinal, vendemos a eles apenas nossa força de trabalho, não nossas consciências. Será? Nem sei mais…

O ator foi duro e franco com o executivo da empresa. Se alguma providência não fosse tomada, ele ia aos jornais dizer que foi vítima de manipulação. Era tudo o que a emissora não queria ouvir nessa altura do campeonato. Ainda que seu candidato pudesse ser o mesmo que o da emissora, ele jamais se sujeitaria a trabalhar naquelas condições. E antes de desligar, avisou: Eu não estou sozinho.

O diretor pediu paciência, disse que ia encontrar uma saída. Pensou em quem confiar num momento desses de conflito: talvez um executivo que tivesse bom transito com o jornalismo. Afinal, foi coisa dos herdeiros da Corte do Cosme Velho, incentivados pelo Guardião da Doutrina da Fé, pensou. Assim que amanheceu propôs o encontro ao executivo que considerou ser hábil o bastante para apagar o fogo.

Nisso a internet já fervilhava. Pressões vinham de todos os lados, a opinião pública, os patrocinadores, os políticos, os amigos. É preciso convencer a direção de que foi um tiro no pé. Mas como fazer isso? Juntando argumentos. E lá foram os dois tentar convencer os acionistas de que aquilo fora um erro. Os artistas respeitam os interesses comerciais e políticos da emissora, mas consideram que não cabe a eles exercer esse papel institucionalmente. O artista é o vendedor de sonhos e ilusões para todos, não só para um determinado grupo político. Afora os artistas, tem os jornalistas que emprestam sua credibilidade à emissora. Ações assim pode arranhar para sempre esse vínculo com o telespectador. E assim foram as tratativas durante toda a tarde. Ok, mas qual seria a solução?

Pensaram em várias. Ao final do encontro triunfou aquela que diz assim: “O texto do filme em comemoração aos 45 anos da Rede Globo foi criado – comprovadamente – em novembro do ano passado, quando não existiam nem candidaturas muito menos slogans. Qualquer profissional de comunicação sabe que uma campanha como esta demanda tempo para ser elaborada. Mas a Rede Globo não pretende dar pretexto para ser acusada de ser tendenciosa e está suspendendo a veiculação do filme.” Esta noite não vai ser boa, nem para o Guardião, nem para a Central de Comunicação, e muito menos para o patrão. Nós aqui fora sabemos de tudo! O Povo não é bobo. Fiquem espertos.


O BRASIL MUDOU E A GLOBO, O ESTADÃO, A FOLHA E OUTROS PIGs ESPALHADOS POR AI NÃO CONSEGUEM ACEITAR ISTO E PREFEREM PASSAR POR RIDÍCULOS COMO ESTE DA GLOBO E O DA PESQUISA FAJUTA DO DATAFOLHA SÓ PARA DEFENDER A CANDIDATURA PRESIDENCIAL DA ELITE QUE SEMPRE GOVERNOU ATÉ 2002.

LAMENTÁVEL.

Flávio Luiz Sartori - flavioluiz.sartori@gmail.com

segunda-feira, 19 de abril de 2010

VITÓRIA DA PRESSÃO DA OPINIÃO PÚBLICA E DOS BLOGUEIROS: GLOBO TIRA DO AR JINGLE DE COMEMORAÇÃO DOS SEUS 45 ANOS PARECIDO COM O DA CAMPANHA DE SERRA

A TV Globo deixou de exibir um jingle de comemoração pelos seus 45 anos que era bem parecido com o da campanha do candidato da oposição Demo Tucana José Serra.
Podem ter certeza que a TV Globo monitorou a web e que a pressão dos internaltas e dos blogueiros de ve ter sido fundamental para que isso tenha acontecido.
Agora fica faltando o TSE enquadrar devidamento o Datafolha.

Para mim esta foi uma vitória de todos nós blogueiros e internaltas contrários ao PIG, podem acreditar.

Flávio Luiz Sartori -
flavioluiz.sartori@gmail.com

DESESPERO DO PIG: PESQUISA DATAFOLHA E PROPAGANDA DA GLOBO SÃO SINTOMAS DE QUE SERRA E O PIG IRÃO PARA O TUDO OU NADA

SE A JUSTIÇA ELEITORAL NÃO ENQUADRAR A GLOBO E A FOLHA SERÁ UMA VERGONHA.

Não importa o respeito às regras da democrácia, nem a possibilidade do TSE tomar medidas no sentido de fazer cumprir a lei, o PIG, neste caso digo o Grupo Folha e a Globo, ao divulgarem uma pesquisa que nem a própria mídia ligada ao PIG acreditou para valer e uma propaganda de comemoração de 45 anos da Rede Globo que claramente reproduz a principal chamada da campanha de Serra, o Brasil pode mais, ao dizer "nós podemos mais", estão demonstrando claramente que para eles o Brasil continua sendo o pais da impunidade.

Para a Globo e a Folha o raciocínio que vale é que se o PT e os partidos que apoiam Dilma Roussef forem a justiça, não estarão nem ai, eles tem um caminhão de dinheiro e podem contratar quantos advogados especialistas foram necessários para poderem continuar fazendo o que sempre fizeram, ou seja, manipular a opinião pública sem o menor respeito.

Quando a Globo e a Folha aceitam se expôr de forma tão descarada com uma campanha publicitaria montada para intervir diretamente no processo eleitoral e a divulgação de uma pesquisa totalmente fajuta, estão na realidade deixando claro que não tem nenhum tipo de respeito pela legalidade, que continuam acreditanndo piamente que no Brasil a justiça só funciona para os poderosos e que por isso mesmo vão poder continuar fazendo o que sempre fizeram e de forma descarada.

Para eles esta eleição se tornou um tudo ou nada, se perderem a decadente hegemonia que ainde possuem estará com os dias contados, por isso contam com a histórica parcialialidade da justiça brasileira para atingirem seus propósitos.

Também demonstram total despreso em relação a opinião da imensa maioria dos eleitores brasileiros, composta por trabalhadores, que para a Globo e a Folha não passam de uma imensa massa de manobra que poderá ser manipulada no momento que eles queiserem.

Apelo ao TSE e a sociedade civil brasileira comprometida com a democracia no sentido de que alguma coisa seja feita e com urgência sob pena de o Brasil correr o risco de ver suas instituições, principalmente no campo da justiça eleitoral, totalmente jogadas na lata do lixo.

Nós blogueiros e internaltas tentamos fazer de forma voluntário o que podemos, mas se a Jutiça Eleitoral não enquadrar a Globo e a Folha será um vergonha.

Flávio Luiz Sartori - flavioluiz.sartori@gmail.com